Por Giovani Mattiollo
- Às 06:13
61

Renato Gaúcho, mais uma vez, recebeu do grupo aquilo que esperava. O débito criado após a derrota de virada por 5 a 4 para o Fluminense no domingo passado ficou para trás. Com autoridade, o técnico viu o Grêmio superar a Universidad Católica por 2 a 0 e assegurar classificação às oitavas de final da Libertadores na noite desta quarta-feira, na Arena.

Tricolor criou dúvidas após a decepção de domingo. Após abrir 3 a 0 em 21 minutos, cedeu o resultado ao Fluminense diante de seus torcedores. Precisava dissipar as interrogações contra os chilenos. Para isso, era fundamental manter a concentração ao longo dos 90 minutos, o que, segundo o treinador, funcionou nesta noite.

– Uma equipe de futebol não mantém sempre um futebol de alto nível no mundo todo. Sabíamos que precisávamos virar a chave para conseguir a classificação. Não fizemos muita coisa diferente. Estivemos mais focados, jogamos como sempre e conseguimos as vitórias necessárias. Eu banquei a classificação porque conheço meu grupo e sabia que conseguiríamos – afirmou Renato em entrevista coletiva após a partida.

Renato Gaúcho comandou o time para assegurar a classificação em segundo no Grupo H — Foto: Eduardo Moura / GloboEsporte.com

Renato Gaúcho comandou o time para assegurar a classificação em segundo no Grupo H — Foto: Eduardo Moura / GloboEsporte.com

O discurso do técnico mostra que a vantagem jamais entrou em pauta. As duas equipes entraram com a mesma pontuação (sete), mas com o Tricolor em segundo pelo saldo de gols (2 a -2). Nem por isso jogou para manter o 0 a 0. O objetivo foi construir a vitória.

– Vi a qualidade da minha equipe. Não há jogo fácil na Libertadores. O Grêmio nunca jogou com o regulamento embaixo do braço. Procurou o gol desde o primeiro minuto, criou as melhores oportunidades, chegou ao segundo. Não foi por falha do adversário, mas pelo que o Grêmio jogou – disse Renato.

A classificação começou a ser construída com um gol de Alisson. Logo aos 22 minutos, o atacante recebeu um lançamento de Michel e não deu chances a Dituro. Renato comentou a jogada. O treinador valorizou a virtude do volante e disse que é fundamental apresentar alternativas quando o estilo tradicional não surte efeito.

– É uma qualidade do Michel. Não foi a primeira vez nem será a última. É algo que implantamos no Matheus (Henrique), Maicon. Não ficamos só no plano A. Buscamos ficar com a bola, mas também temos qualidade à frente. Ou seguramos, ou alongamos a bola, e hoje saiu o gol – ressaltou.

Com o resultado, o Grêmio terminou com 10 pontos e ficou em segundo no Grupo H da Libertadores. Agora, espera o sorteio, que ocorrerá na próxima segunda-feira, para saber qual o próximo adversário. Antes, no entanto, concentra forças no Brasileirão. Neste sábado, às 19h, o Tricolor enfrenta o Corinthians na Arena Corinthians.


Comentários