Por Giovani Mattiollo
- Às 06:25
6

A contratação do meia Thiago Neves é um dos objetivos do Grêmio para 2019. No entanto, está longe de se tornar realidade. O presidente Romldo Bolzan Júnior descarta contratar o meia por meio de investimento de recursos do clube. O que só deixa aberta a possibilidade de realizar a operação por trocas. O dirigente também afirmou que as conversas com o Cruzeiro “esfriaram”.

Thiago Neves está na mira do Grêmio — Foto: Vinnícius Silva/ Cruzeiro

Thiago Neves está na mira do Grêmio — Foto: Vinnícius Silva/ Cruzeiro

Thiago Neves é alvo de outros clubes ao mesmo tempo, como o Corinthians e Santos. O Grêmio iniciou os contatos com o Cruzeiro e depois avançou para conversas com o jogador. A partir disso, contudo, não houve avanço. Ao ser questionado se o Grêmio já fez proposta ao time mineiro, deixou claro que a intenção não é despender recursos para contar com o meia, prestes a completar 34 anos.

– O Grêmio não trabalha com a situação de desembolso para isso, trabalha em um ajuste direto com o jogador. A primeira coisa que fizemos foi consultar o Cruzeiro. Neste momento posso dizer que os encaminhamentos desta discussão estão bem mornos, bem esfriados. Não avançamos, não tocamos para frente por tudo aquilo que se colocou no nível de discussão – comentou o presidente.

A multa de Thiago Neves gira em torno de R$ 39 milhões, mas o Grêmio não teria recursos para arcar com isso. Além dos gaúchos, o Corinthians tentou a contratação do meia. O Santos também, com uma possível troca envolvendo o atacante Bruno Henrique, sonho de consumo dos mineiros.

O Grêmio tem na busca de um meia a prioridade, para poder ser utilizado na vaga de Luan e ter Jean Pyerre ainda como opção no setor. Neves foi um dos citados por Renato em reunião com a diretoria, até por já ter trabalhado com o treinador no Fluminense.


Comentários